Câncer de boca: fique atento com essa doença!

By | janeiro 30, 2015

 

Uma das doenças mais temidas da atualidade é o câncer. Tumores podem se formar em todas as partes do corpo, e houve um recente crescimento na incidência de câncer de boca (ou câncer bucal) no Brasil.  Segundo registros feitos em 2012 pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), o número aproximado de casos registrados no ano foi de 9.990 em homens e 4.180 em mulheres. E o pior: o INCA tem a estatística que estima o crescimento de 30% da doença a cada ano, o que representa em média 14 mil casos.

O INCA estima ainda que, a cada ano, a doença avance 30%, com pelo menos 14 mil novos casos. O pior: 85% das vezes, o diagnóstico é feito tardiamente. Nos Estados Unidos, 30% das mortes por câncer se devem a algum tumor na área bucal, que vai desde os lábios até ao fundo da boca.

Prevenção e sintomas do câncer de boca

câncer de boca

O câncer de boca, normalmente causado pelo uso de álcool e tabaco ou má higiene oral, pode ser prevenido através de um auto-exame de cinco passos rápidos em frente ao espelho. A campanha nacional “Sorria para si mesmo”, que foi lançada em 2005 pelo Instituto Conexão Saúde, com apoio do Ministério da Saúde e do INCA, lançou no YouTube um vídeo que ensina o procedimento de autoexame, que é incentivado pela campanha.

O câncer de boca pode se manifestar através de algumas anormalidades na região, como por exemplo, feridas sem cicatrização, nódulos na bochecha, irritação ou dor na garganta, incômodo ao mastigar ou mover a língua, caroços no pescoço, entre outros. Outra maneira de prevenção da doença,  ir ao dentista regularmente ou até mesmo evitar o uso de álcool e tabaco (principalmente cigarro) e manter a higiene bucal em dia.

Tratamento

O câncer de boca, quando diagnosticado no início de sua formação, pode ser curado facilmente. Porém, um dado alarmante é que mais de 80% das vezes, o diagnóstico é feito tardiamente. O tratamento  da doença é feito por meio de cirurgia e radioterapia, podendo ser feito simultânea ou isoladamente. Porém ,como diz o velho ditado “é melhor prevenir do que remediar”, então tenha hábitos saudáveis e evite o câncer de boca.

 

 

 

Deixe uma resposta