Plano de saúde para idosos

By | março 10, 2015

Plano de saúde para idosos

O tempo vai passando, você envelhece e os problemas de saúde começam a aparecer. A atenção com doenças deve ser maior, consumo de remédios e consultas são mais regulares. Isso tudo faz com que um plano de saúde para idosos tenha características diferenciadas. Por isso é sempre bom ficar atento a alterações ilegais ou abusivas que às vezes são aplicadas pelas operadoras de assistência médica. Entenda melhor com o que você, idoso, deve se preocupar na hora de contratar um novo plano ou monitorar as mudanças do seu.

Reajuste da mensalidade

Essa é a principal reclamação dos idosos quanto a contratação deste tipo de serviço. Isso porque, a partir dos 60 anos, o valor da mensalidade é aumentado em maior proporção do que antes disso. Existem casos registrados em que o valor da prestação aumentou em 100%, o que pode ser considerado abusivo. É importante esclarecer que, através do Estatuto do Idoso, foram proibidos reajustes de mensalidades depois de completados os 60 anos. A ANS determina ainda que a diferença entre a mensalidade da primeira faixa etária e a última não pode ultrapassar 500%.  Ainda com essas determinações, a operadora pode tentar fazer esses aumentos antes que seu beneficiário atinja essa idade, porém, mesmo assim é imprescindível que verifique se o aumento foi superior a 30% do valor pago no mês anterior.

Coberturas de um bom plano de saúde para idosos

Esse é um ponto interessante, e depende muito de suas necessidades. Se você atingiu a terceira idade, mas continua saudável, sem muitos problemas de saúde, opte por um conjunto de coberturas mais simples. Se você tem uma doença e procura contratar um plano agora, terá de cumprir as carências determinadas pela operadora para poder ser atendido ou tratado, a não ser que os procedimentos sejam emergenciais. Agora, se você acaba de cancelar um contrato e pretende encontrar outro plano que lhe atenda melhor, verifique as possibilidades de portabilidade de carência. Se você precisa de medicamentos para tratar essa doença, se informe, e saiba se eles são ou podem ser incluídos na cobertura. Além disso, um bom plano de saúde para idosos deve também atuar na área preventiva, para evitar problemas futuros.

Deixe uma resposta